Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > NFG tem 8 mil novas adesões com mobilização das entidades de proteção animal

NFG tem 8 mil novas adesões com mobilização das entidades de proteção animal

NFG
Concorrem os contribuintes que solicitam o CPF no momento da emissão do documento fiscal de suas compras - Foto: Leandro Osório/Especial Palácio Piratini - Download HD (962,00 kB)

A possibilidade de indicar uma entidade que atua na proteção animal para receber recursos do programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG) está mobilizando voluntários ligados às ONGs e, principalmente, cidadãos. Em menos de duas semanas, foram mais de oito mil novas adesões ao programa, que agora já contabiliza 1,512 milhão de contribuintes cadastrados. Ao longo deste ano, a NFG vai repassar R$ 1 milhão para entidades com atividade reconhecida na defesa dos animais, sem prejuízo dos valores destinados para as outras áreas.

O aumento nos cadastros da NFG deve-se às campanhas que as próprias entidades desenvolvem junto aos seus parceiros. É o caso da Associação ONG dos Peludos, de Farroupilha. A instituição existe há oito anos, conta com 40 voluntários e abriga cerca de 400 bichos, entre cães, gatos e outros animais. O foco é a conscientização sobre a causa, agindo fortemente na prevenção e averiguação dos casos de maus tratos.

De acordo com a voluntária, sócia-fundadora e ex-presidente, Arlene Schinestzki Lazzari, a entidade mobiliza a comunidade para motivar os simpatizantes a efetivarem o cadastro no programa. Uma das ideias são campanhas em locais públicos da cidade. “A ideia é, em março, fazer eventos de cadastramento de pessoas na Nota Fiscal Gaúcha”, diz Arlene.

Também vem aumentando a lista de entidades cadastradas e que desde a virada do ano já podem receber as indicações dos cidadãos. Agora são 17 organizações habilitadas e muitas outras estão buscando reunir a documentação necessária. Para o cadastramento, as instituições devem encaminhar o pedido junto à Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos (SDSTJDH).

Além de destinar R$ 1 milhão para as ONGs de proteção animal, a NFG também amplia os repasses para as demais modalidades. As entidades cadastradas das áreas de educação, saúde e assistência social terão em torno de R$ 17 milhões ao longo de 2018, R$ 2 milhões a mais do que no ano passado.

Para os prêmios em dinheiro aos contribuintes, a NFG continuará ofertando R$ 15 milhões. A cada sorteio mensal são R$ 865 mil divididos entre um prêmio de R$ 300 mil, três de R$ 5 mil, 300 de R$ 1 mil e R$ 500 para 500 contribuintes que solicitam o CPF no momento da emissão do documento fiscal de suas compras. Estão mantidos igualmente dois sorteios extras de R$ 1 milhão cada.

O programa

A NFG gera pontos que são acumulados sempre que o consumidor solicitar a inclusão do seu CPF no documento fiscal. O pedido deve ser feito no momento da compra em estabelecimentos participantes. Além de concorrer a prêmios em dinheiro a cada mês e de auxiliar entidades, a NFG gera ainda descontos de 2% a 5% no IPVA. Para se cadastrar, basta acessar o site da Nota Fiscal Gaúcha.

Veja a lista das entidades já credenciadas.

Saiba como indicar uma entidade de proteção animal.

Texto: Pepo Kerschner/ Ascom Sefaz
Edição: Léa Aragón/ Secom


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul