Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > Cartão Reforma vai contemplar 21 municípios na primeira fase

Cartão Reforma vai contemplar 21 municípios na primeira fase

Cada beneficiário vai receber créditos entre R$ 2 mil e R$ 9 mil para comprar material de construção em locais credenciados
Cada beneficiário vai receber créditos entre R$ 2 mil e R$ 9 mil para comprar material de construção em locais credenciados - Foto: Jean Maidana/Arquivo SOP - Download HD (7,57 MB)

O Diário Oficial da União (DOU) publicou, nesta terça-feira (14), a relação dos 21 municípios incluídos na primeira fase do programa Cartão Reforma. Os municípios foram atingidos por fenômenos naturais nos últimos meses e, por isso, foram priorizados.

No Rio Grande do Sul, serão destinados R$ 21,7 milhões para o programa. Conforme o secretário de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), Fabiano Pereira, o recurso vai auxiliar as famílias a concluírem ou reformarem suas residências, gerando renda e movimentando a economia nas comunidades.

A responsabilidade em selecionar os beneficiários é das prefeituras. Cada beneficiário vai receber créditos entre R$ 2 mil e R$ 9 mil para comprar material de construção em locais credenciados. Os valores não serão devolvidos ao governo.

Ainda conforme o regulamento, o cartão será nominal e intransferível e terá validade de um ano. A execução da obra será de responsabilidade da família beneficiada, que receberá apoio de arquiteto e engenheiro. Os profissionais vão verificar a necessidade específica de cada residência.

Cidades contempladas

1 - Bagé: R$ 1,006 milhão
2 - Caçapava do Sul: R$ 684 mil
3 - Cachoeira do Sul: R$ 2,829 milhões
4 - Canoas: R$ 1,5 milhão
5 - Catuípe: R$ 575 mil
6 - Coronel Bicaco: R$ 575 mil
7 - Dom Pedrito: R$ 575 mil
8 - Giruá: R$ 661 mil
9 - Itaqui: R$ 655 mil
10 - Não-Me-Toque: R$ 575 mil
11 - Nonoai: R$ 575 mil
12 - Palmeira das Missões: R$ 1,069 milhão
13 - Santa Cruz do Sul: R$ 575 mil
14 - Santa Rosa: R$ 1,656 milhão
15 - Santana do Livramento: R$ 1,109 milhão
16 - Santo Antônio das Missões: R$ 575 mil
17 - Santo Augusto: R$ 609 mil
18 - São Borja: R$ 1,207 milhão
19 - Seberi: R$ 575 mil
20 - Tenente Portela: R$ 575 mil
21 - Viamão: R$ 3,611 milhões

Texto: Ana Luiza Zancan Godoy/Ascom SOP
Edição: Sílvia Lago/Secom


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul