Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > Obras cria mecanismos de gestão para destravar saneamento no RS

Obras cria mecanismos de gestão para destravar saneamento no RS

Saneamento no Litoral
A obra é importante para moradores e veranistas para garantir mais saúde, qualidade de vida e cuidado com o meio ambiente - Foto: Saul Teixeira/ Ascom Sosh - Download HD (148,00 kB)

Para verificar o andamento das obras de saneamento no Litoral, o secretário de Obras, Saneamento e Habitação (SOSH), Fabiano Pereira, esteve no na região nessa segunda-feira (18). “Cumprimos determinação do governador José Ivo Sartori de destravar as obras públicas, criando mecanismos de gestão, mas principalmente estando perto, verificando a situação em cada município, conferindo o que falta ser feito e agilizando o processo”,  afirmou. Pereira estava acompanhado do diretor de Expansão da Corsan, Marcus Caberlon; do superintendente da Corsan Litoral, Adalcir Rodrigues da Silva; e do diretor de Saneamento da secretaria Jean Bordin.

Em Capão da Canoa, são investidos R$ 23 milhões na obra da  Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Guarany, que é uma das etapas para universalizar o tratamento de esgoto no município. A previsão é que a estação - a segunda maior do estado - seja entregue no primeiro semestre de 2018. “Esta obra é muito importante para os moradores do município, para os veranistas e para toda a população, pois garante mais saúde, qualidade de vida e cuidado com o meio ambiente”, destacou o secretário. 

Também foi vistoriada no município a Estação de Tratamento de Água (ETA) 2, que está sendo finalizada, mas que já abastece a população local. O investimento na ampliação do tratamento e do abastecimento de água no município é de R$ 48 milhões. “No total, o governo do Estado investe mais de R$ 70 milhões para a qualificação do saneamento em Capão da Canoa”, disse Fabiano Pereira.

O secretário também se reuniu com o prefeito, Amauri Magnus Germano, que destacou a atenção do governo do Estado e da secretaria para a cidade. “A Corsan tem feito um grande esforço para investir aqui. Recentemente, foi entregue a ETA, que neste verão já corrigiu os problemas de abastecimento e não tivemos falta de água”, afirmou. O vice-prefeito Jairo Marques e o secretário de Planejamento, Jorge Arbelo, também acompanharam o encontro.

Em Xangri-Lá, o secretário teve um encontro com o prefeito Cilon Rodrigues da Silveira, para falar sobre as ações de ampliação do abastecimento de água e da coleta e tratamento de esgoto. A Corsan investe R$ 19 milhões em redes coletoras e ramais prediais no município. “Em Xangri-Lá já temos a ETE, agora o desafio é conscientizar a população para que faça a ligação de seu esgoto à rede. É uma medida importante  para evitar a poluição dos cursos de água e da praia”, destacou o secretário. Ainda participaram do encontro o vice-prefeito Erico Jardim (Xoto), e o vereador Valmir Dallagnol.

Marcus Caberlon explicou que, gradativamente, o Estado recupera compromissos com o Litoral. “São investimentos que tem ligação direta com a qualidade de vida da população, tanto a permanente, como os veranistas. No esgotamento sanitário, os investimentos garantem a balneabilidade das praias", concluiu.

Texto: Ana Luiza Zancan Godoy, com informações de Saul Teixeira / Ascom SOSH
Edição: Léa Aragón/ Secom


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul