Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > Modernização do sistema da Junta Comercial será em outubro

Modernização do sistema da Junta Comercial será em outubro

Modernização do sistema da Junta Comercial será em outubro
Presidente da JucisRS, Paulo Roberto Kopschina, foi o entrevistado do programa Governo em Rede - Foto: Sofia Wolff/Especial Palácio Piratini - Download HD (381,00 kB)

A Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul (JucisRS) deve começar a operar em um novo sistema digitalizado a partir do mês de outubro deste ano, conforme o presidente da autarquia, Paulo Roberto Kopschina. A notícia da mudança de sistemas foi destaque no programa Governo em Rede, desta quarta-feira (13), veiculado pela Rádio Web Piratini.

Entre as vantagens do novo sistema está a agilidade na abertura de empresas. Geralmente, os processos levam em média cinco dias. Já para o registro digital, segundo o tipo de processo, pode levar horas até o prazo máximo de dois dias úteis. Já a baixa, que compreende o fechamento dos empreendimentos, passa a ser de três dias. 

"O nosso grande desafio será a troca do sistema, que deve ser feita no dia 12 de outubro, um feriado. Queremos trazer todos os funcionários e postos para Porto Alegre e reuní-los em um treinamento intensivo com 15 técnicos mineiros, em instalações que a Companhia de Processamento de Dados (Procergs) nos cedeu", conta Kopschina.

A integração de todos os profissionais faz parte da última etapa da recepção de processos que demandam os 24 milhões de documentos do órgão, que devem estar 100% digitalizados até março de 2018. De acordo com o presidente, o modelo implantado é pioneiro e importado da Junta Comercial de Minas Gerais. Além dos mineiros e gaúchos, apenas Ceará e São Paulo também aceitam processos digitalizados atualmente.

"Foi um investimento de R$ 5,5 milhões feito por licitação com a empresa paulista Montreal em parceria com o Sebrae, que honra 70% do contrato", explica. "A digitalização vai facilitar em muito a análise dos documentos, internamente, e também a vida do empreendedor. Assim vamos desburocratizar para que os processos se tornem mais ágeis", ressalta.

O presidente informa que já foram registradas mais de 63,3 mil aberturas de empresas em 2017, com predominância das chamadas MEIs (microempreendedores individuais), pela formalização de custo baixo e a oportunidade de superar o desemprego ao constituir o negócio a partir da verba rescisória.

Rede Simples facilita modernização

A mudança do sistema da JucisRS faz parte das diretrizes de modernização do governo do Estado para desburocratizar processos e facilitar o desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul.

A autarquia está presente em 86 municípios, 33 escritórios regionais e 23 postos de atendimentos pela Rede Simples, que garante o registro facilitado de empreendimentos. Para Kopschina, a tendência é de que mais municípios vão aderir até o final de 2018.

"A Rede Simples veio para facilitar a vida do empreendedor brasileiro. A partir de 2015, passamos a integrar as prefeituras em parceria com o Sebrae. Com o Sistema Integrar, que coloca no mesmo patamar todas as secretarias que são certificadoras, o empreendedor não tem mais aquela batalha de obstáculos em ir de órgão em órgão. O fundamento, na rede, é a entrada única de documentos", esclarece o presidente.

Futuro da Junta

A instituição, fundada em 1877, é uma prestadora de serviços fundamental para o Estado, onde é formalizado o nascimento de empresas de todos os setores. Vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, teve autonomia financeira declarada em julho passado.

"Daqui pra frente, faremos a prestação de contas, o excedente vai para o Caixa Único e poderemos fazer investimentos. Nossa previsão é de que mais R$ 1,5 milhão sejam investidos até o final de 2018 para a compra de computadores e novos móveis", acrescenta Kopschina. "A Junta estará com outra cara, muito mais ágil, moderna e facilitando decisivamente o empreendedorismo econômico", comemora.

A apresentação do programa foi de Andréa Martins e Heron Vidal, da Secretaria de Comunicação.

Texto: Letícia Bonato
Edição: Gonçalo Valduga/Secom


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul