Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > Irga cede armazéns para o Memorial Nacional do Arroz

Irga cede armazéns para o Memorial Nacional do Arroz

O Memorial Nacional do Arroz, que já tinha uma área de 960 metros quadrados cedidos pelo Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), receberá ,ais 3,8 mil metros quadrados de área. O termo de cessão de uso foi assinado pelo prefeito de Cachoeira do Sul, Sergio Ghignatti, e pelo presidente do Irga, Guinter Frantz, nessa quinta-feira (18).

Os armazéns 4 e 7 já haviam sido cedidos. Agora, o Memorial do Arroz receberá os armazéns 1, 2, 3, 5 e 6, além da área da chaminé e a área externa dos fundos do imóvel. Ficará aos cuidados do Irga apenas a parte onde ficam o escritório regional e a balança.

O novo termo de cessão ainda traz outra novidade. O prazo de cedência da área que era de cinco anos, passou a ser de 20 anos, prorrogáveis por igual período. Os armazéns ficam na Rua Marechal Floriano, nº 493, em Cachoeira do Sul, onde está localizada a sede do Instituto.

Para a área, que já estava anteriormente cedida, havia um projeto junto ao Ministério da Cultura autorizando a captação de recursos, para a primeira etapa, no valor de R$ 860.000,00. Os recursos serão administrados pela Associação Cachoeirense de Amigos da Cultura (Amicus), entidade executora do projeto.

A Amicus é uma entidade cultural sem fins lucrativos, com sede em Cachoeira do Sul, responsável pela captação de recursos para a execução do projeto. Caberá à entidade desenvolver os projetos museológico, arquitetônico executivo, já elaborados, além de captação de recursos e outros necessários à adequação do imóvel e à implantação, manutenção e gestão das atividades do Memorial.

O espaço, além de servir como centro de eventos de atividades ligadas ao setor arrozeiro, pois terá um auditório, deve reunir acervo com objetos, equipamentos, máquinas, documentos, fotografias, material audiovisual e bibliográfico sobre a cultura. O prédio está situado junto ao antigo parque industrial da cidade e abrigou o antigo engenho Willy Tesch, um entre os inúmeros estabelecimentos construídos nas proximidades da Estação Ferroviária.


Texto: Ascom Irga
Edição: Denise Camargo/Secom 


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul