Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > Desenvolvimento Rural reafirma ações de apoio à sustentabilidade do setor vitivinícola

Desenvolvimento Rural reafirma ações de apoio à sustentabilidade do setor vitivinícola

A Federação das Cooperativas Vinícolas do Rio Grande do Sul (Fecovinho) reuniu os associados, nessa terça-feira (13), em Flores da Cunha, para avaliar o cenário produtivo e econômico e discutir diretrizes estratégicas para o futuro. Depois de enfrentar quebra de 57% na safra 2016, o setor vitivinícola aposta em uma série de ações para manter a geração de trabalho e renda dos agricultores familiares.

O secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcisio Minetto, lembrou que a Secretaria mantém trabalho contínuo para apoiar a sustentabilidade da produção em seus pilares econômico, social e ambiental. "O poder público tem obrigação de dar condições para que se possa fazer a transição adequada para um modelo de produção sustentável, que cuida dos aspectos econômico, social e ambiental", disse.

O secretário lembrou da implementação do Programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, em execução pela Emater, e da cartilha '25 recomendações técnicas para o viticultor', com dicas para orientar os produtores quanto ao uso de agrotóxicos, às formas de preparo das caldas e ao volume e à dosagem, lançada em 2015, em parceria com a Embrapa Uva.

O diretor de relações institucionais do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Carlos Paviani, apresentou números do segmento vitivinícola e projeções para 2017 no mercado de sucos, vinhos e espumantes. Paviani analisou a participação da produção gaúcha no mercado nacional, a entrada de importados e questões tributárias e de competitividade do setor, e detalhou as diretrizes estratégicas da Fecovinho para 2017, quando a instituição completará 65 anos.

Também participaram do encontro, o presidente da Ocergs, Vergilio Perius; o presidente da Fecovinho, Oscar Ló; o delegado da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, Marcio Madalena; além de presidentes de cooperativas, agricultores familiares e técnicos.


Texto: Itamar PelizzaroJornalista/Ascom SDR
Edição: Denise Camargo/Secom 


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul