Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.

Início do conteúdo
Página inicial > Últimas > Academia Riograndense de Letras recebe Medalha Simões Lopes Neto

Academia Riograndense de Letras recebe Medalha Simões Lopes Neto

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 01º.12.2016: Nesta quinta-feira (01º), o governador José Ivo Sartori recebeu, no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, representantes e convidados para celebrar os 115 anos de atuação no Estado da Academia Rio-grandense de Letras. A Academia atua na discussão de projetos culturais, sociais, estudos e preservação das línguas e dialetos ligados ao Rio Grande do Sul. Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini
A medalha foi entregue pelo governador José Ivo Sartori durante a cerimônia de comemoração pelos 115 anos da instituição, no Palácio Piratini - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini - Download HD (1,68 MB)

A Academia Rio-Grandense de Letras recebeu, nesta quinta-feira (1º), a Medalha Simões Lopes Neto, honraria outorgada pelo Estado do Rio Grande do Sul em reconhecimento a personalidades que se destacam em atividades culturais, como artes, letras, ciências e educação. A homenagem foi entregue pelo governador José Ivo Sartori, durante a cerimônia de comemoração pelos 115 anos da instituição, no Palácio Piratini. 

Para Sartori, a academia contribui para a difusão de obras e valores da literatura, além de disseminar o cultivo da língua portuguesa e dos grandes mestres e filósofos. "Durante os 115 anos de história, a academia sempre estimulou e constituiu uma referência em âmbito cultural dentro do Rio Grande do Sul. Que esse incentivo seja permanente, se perpetue e difunda o saber, para que sejamos uma sociedade mais crítica", afirmou. 

Segundo o presidente da instituição, Avelino Alexandre Collet, a homenagem foi um momento especial para a história da academia. "Esta oportunidade e reconhecimento tem grande significado para todos os membros desta sociedade. É um momento que, com certeza, ficará registrado na história da instituição, que tanto registra e interpreta o mundo através da linguagem literária", ressaltou. 

O secretário da Cultura, Victor Hugo, ressaltou a importância da instituição para toda a sociedade. "Hoje, comemoramos os primeiros 115 anos da Academia Rio-Grandense de Letras, uma instituição que auxilia a sociedade a crescer e evoluir por meio da disseminação da cultura", destacou. 

115 anos de história 

Fundada em dezembro de 1901, a Academia Riograndense de Letras iniciou as atividades com 25 membros fundadores, a maioria ligada à imprensa. Atualmente, 40 escritores integram o quadro da academia. Os membros são eleitos a partir de critérios de mérito literário e relevância na cena literária gaúcha.




Texto: Alessandra Pinheiro
Ediçao: Denise Camargo/Secom 


Endereço da página:

Compartilhar:

Governo do Estado do Rio Grande do Sul